Minhas libélulas!!!!

Num lugar muito bonito, onde havia árvores, flores e um lindo lago, certo dia surgiu um casulo...
E qdo ele se rompeu, de dentro saiu voando uma linda libélula.
E ela ficou tão encantada com o lugar, que voou por cada pedaçinho, brincou nas flores, nas árvores, no lago, nas nuvens, e quando ela já tinha conhecido tudo, no alto de uma colina, avistou uma casa...
A casa do homem...e a libélula havia de conhecer a casa do homem e foi voando para lá.
E então a libélula entrou por uma janela, justo a janela da cozinha.
E nesse dia, uma grande festa era preparada.
Um homem com um chapéu branco e grande dava as ordens para os criados...
Mas a libélula não se preocupou com isso, brincou entre os cristais, se viu na bandeja de prata, explorou cada pedaçinho daquele novo mundo.
Quando de repente, ela viu sobre a mesa, uma tigela cheia de nuvens!!!
E a libélula não resistiu, ela tinha adorado brincar nas nuvens e mergulhou.
Mas quando ela mergulhou, aaahhhh, aquilo não era nuvens, e ela foi ficando toda grudada, e quanto mais se mexia tentando escapar, mais ela afundava.
E a libélula então começou a rezar, e ela pedia ao Deus dos Insetos Voadores que a libertasse, fazia promessas e dizia que se conseguisse sair dali, dedicaria o resto de seus dias a ajudar os insetos voadores...e ela rezava e pedia!!!
Até que o chefe da cozinha começou a ouvir um barulhinho, e ele não sabia que era a libélula rezando e quando olhou na tigela de claras em neve...arghhh um inseto!!! Ele pegou a libélula e a atirou pela janela.
A libélula então, se arrastou para um pedaçinho de grama, e sob o sol começou a se limpar, e quando ela se viu liberta...ahhh ela estava tão cansada que se virou pra Deus e disse:
- O Senhor, eu prometi dedicar o resto da minha vida a ajudar os outros insetos voadores, mas agora estou tão cansada, que prometo cumprir minha promessa a partir de amanhã...
E a libélula adormeceu...

Mas o que ela não sabia, e você também não sabe, é que as libélulas vivem apenas um dia...
E naquele pedacinho de grama, a libélula adormeceu e não mais acordou...



Para aqueles que me conhecem, sabem da minha paixão por libélulas, eu amooo esse serzinho tão pequeno e frágil, por isso vim compartilhar com vcs minha coleção de libélulas. Essa da foto acima veio me visitar num dia que eu estava muito triste, então decidi ir na sacada para ver o movimento e para minha surpresa ela estava ali, quietinha me observando...nossa eu fiquei muito feliz, pois moro em apto e num andar muito alto, ou seja, não teria como isso acontecer, por isso considero isso uma visita de Deus para me dizer que tudo daria certo...




Essa linda libélula foi presente do maridon, nossa nem acreditei quando abri o pacote, na hora decidi o local dela, e adivinha onde?!?!? Isso mesmo acertou quem respondeu na sacada...o mais gostoso é que toda vez que chego em casa e estaciono o carro olho para cima e a vejo lindaaaa voando...rs!!!



Olha só o pingente do meu celular...muito fofo né!!!





A chave do carro...rsrs!!!


E a minha bolsa de ferramentas...detalhe, além de ser de libélulas lindas, tem meu nome bordado!!! Amooo muito tudo isso...amanhã continuarei a apresentar minha coleção!!!
Bjokas



3 comentários:

Veronica Kraemer disse...

Kelly querida, amei a estória, e adorei sua coleção de libélulas!!!
Aqui vira e mexe pinto umas em vasos e madeiras, amo demais!!!
Beijossssssssssss e um lindo final de semana pra ti
Vero

Susi disse...

Kelly, gostei de suas libélulas, acho esse nome lindo, chique!
bj

Kawaii Biscuit disse...

Oi Kelly, deixa eu adivinhar qual é o seu filme favorito... seria o Mistério da Libélula com Kevin Costner? rsrs
Que lindo post, não sabia que as libélulas viviam só um dia..sniff.. Aqui em Registro-SP, nos sítios próximos da cidade, sempre vemos umas tão bonitas, vermelhas, azuis, roxas, eu acho lindas, mas toda vez que quero fotografar as bichinhas fogem, acho que são tímidas, rsrs...
Obrigada pela visita no blog. Tão bom seria encontrar aqueles cortadores, né?
Bjs, Rosa.

 
Real Time Web Analytics